Cases

Case Monsanto

Case Monsanto

A Implementação do Forecast Estatístico no Agronegócio

por Matheus Duarte Ribeiro - Monsanto*

Sobre a empresa

FachadaA Monsanto conta com 21.000 funcionários e 400 instalações em 67 países. A empresa é responsável por desenvolver produtos para auxiliar a produtividade de pequenos e grandes agricultores.

Atualmente, as áreas de negócios nas quais a empresa atua são: desenvolvimento de sementes e de variedades de cana-de-açúcar, proteção de cultivo, compartilhamento de dados com os agricultores e soluções biológicas em geral.

No Brasil seus principais produtos são:

  • Sementes convencionais e transgênicas de soja, milho, algodão, sorgo, sorgo sacarino e hortaliças.
  • Biotecnologia
  • Proteção de cultivo

Objetivos e escopo

Implementar a solução de Forecasting avançado no Planejamento Demanda e no S&OP da Monsanto.

Desafios:

  • Incorporar nas previsões eventos, tendências e fatores externos de forma geral, como sazonalidade do clima, flutuação do dólar e disponibilidade de modais de transporte.
  • Capacitação teórica estatística do time de planejamento para justificar melhor os resultados das previsões nas reuniões consensuais de planejamento da demanda.

Motivadores:

  • A revisão do planejamento da demanda efetua os processos de compra e produção 11 meses antes da demanda efetiva.
  • A acuracidade das previsões tem grande impacto em toda a cadeia, sendo que erros têm grande impacto em custos de armazenagem e falta de produtos.
  • Falta de contraponto com as previsões dos times de Vendas e Marketing nas reuniões de planejamento que envolve diversas áreas (Vendas, Marketing, Finanças, Manufatura e Logística).
  • Criação de metas realistas para o time de vendas.

 

Resultados

Principais retornos após a implementação do novo sistema de Forecasting:

  • Resultados mais confiáveis – redução do erro entre previsão e volume vendido (WMAPE) de 24% para 18% em um ano;

Resultados mais confiáveis
Resultados mais confiáveis

  • Conciliação da utilização de dados mais acurados, somado à experiência da Equipe de Marketing da Monsanto, passou a se prever com maior precisão os custos, os investimentos e o faturamento;

Visão de Faturamento

  • Análise detalhada, a cada mês, da diferenciação entre a meta do time de vendas, o volume faturado, a previsão de demanda alinhada com as áreas e a previsão estatística;
  • Capacitação do time de Planejamento de Demanda da Monsanto, via curso conceitual e prático do novo sistema implantado;
  • Participação mais ativa do time de planejamento nas reuniões estratégicas – passaram a ser agentes determinantes na tomada de decisão com relação ao planejamento de demanda.

* Resumo de Palestra no Congresso Internacional Innovation 2018